Mantenção Preventiva de um Macbook

Sabemos que os dispositivos da Apple são especiais, dificilmente nos dão problemas, mas …. e vale a pena pensar no “mas”, são computadores pessoais, ou dispositivos digitais pessoais como todos os outros e estão sujeitos aos riscos que são comuns a todos estes equipamentos.

Tirar o pó, passar um pano úmido no gabinete e no teclado? OK, são cuidados básicos e é bom que os tenhamos como hábito. Mas tem aqueles dias em que se percebe que o Mac começa a ficar mais lento. Demora para o start up. Umas travadinhas aqui e acolá. Trava com o Photoshop mais que o normal. Não abre mais nem o Word 🙁

O seu Mac dá sinais de que há alguma coisa que já não anda tão bem. Mas não avisa se é o cooler que está tomado pelo pó do dia a dia ou o HD que tem lá algo errado.

O que fazer?

HORA DE FAZER UMA MANUTENÇÃO PREVENTIVA!

Então arme-se de vontade e de ferramentas adequadas, aquela chave inglesa, uma lata de graxa.. peço desculpas pelo exagero, mas quando o assunto da manutenção passa por dentro do MAC, é bom procurar quem possa te dar uma ajuda mais profissional.

A intenção aqui é mostrar o que pode precisar dessa ajuda mais séria do que aquela da nossa boa vontade como usuários apaixonados que somos.

O cooler, é um dispositivo responsável por manter a refrigeração/dissipação do calor do processador, isso é  cuida da troca de calor para evitar superaquecimento, e sabemos muito bem que altas temperaturas e velocidade de processamento não combinam entre si. Então, quando o cooler e a dissipação são afetados pelo pó, a sujeira mais comum do dia a dia, acontece o prejuízo direto da refrigeração. E o Mac que é mais esperto, parte para a proteção do processador e evitar o seu superaquecimento, boa atitude, mas que acaba travando o o seu amado MAC que “nunca trava”.

O HD também pede sua atenção, lembre-se de que cabe a ele o hard work dentro do seu MAC, e para além do aquecimento há que se preocupar com “sujeiras” que podem atrapalhar suas conexões à placa-mãe, bem como todo tipo de partículas que podem interferir com seu desempenho, e que podem ser condutoras de sinal elétrico, melhor nem pensar.

Claro, há ainda a amada placa-mãe e a não menos importante, placa de vídeo.

Quando algo de ruim acontece com a placa-mãe 🙁 …. sinal de dores de cabeça pela frente, então arme-se de algum analgésico e toque a bola. Vale saber que o que se acumula  de pó e sujeirinhas diversas encontra sua parada em terminais e conexões diversas da placa provocando queda da produtividade geral do seu MAC, desligamentos repentinos, até processos de oxidação e daí curto e a perda da placa. Então placa mãe limpa e boa de saúde com as suas conexões em ordem é sinal de boas noites de sono para qualquer usuário.

Placas de vídeo e cooler tem uma relação direta de bom/mau funcionamento. Vale gravar como tatuagem, a falta de refrigeração adequada pode muito bem “matar” de fadiga a sua placa e demais componentes, e dai só cabe trocar sua placa por outra.

Chegamos ao fim desse breve bate papo, e agora que já sabemos um pouquinho mais sobre o tema, bem, só falta fazer a lição de cada e manter o MAC limpo.

Por fora e por dentro também. Simples assim.

Leave A Reply